segunda-feira, 19 de abril de 2021

A Trança -Laetitia Colombani

Nenhum comentário

 Ser mulher sempre é uma condenação. Estamos sempre com medo, estamos sempre sendo julgadas, subestimadas e desacreditadas. O "mundo" sempre tentou nos frear, nos diminuir e tirar nossa liberdade.

Laetitia Colombani descreve muito bem os desafios enfrentados diariamente por mulheres em "A Trança". O livro conta a história de 3 personagens -todas mulheres- de etnias diferentes (Canadá, Itália e Índia) e os desafios que elas precisam enfrentar.

Smita é uma dalit, viveu toda sua vida limpando os dejetos de outras pessoas de castas mais altas e tudo que sonha é que sua filha tenha uma vida diferente da sua.

Giulia desde cedo trabalha com seu pai em seu ateliê de perucas na Sicília, onde ele repassa para ela todos os seus conhecimentos, um dia ela tomará conta dos negócios da família.


Sarah sempre foi uma mulher obstinada, advogada lutou desde cedo para conseguir a posição de prestígio em um dos mais renomados escritórios de advocacia da cidade. Sempre precisou se anular de diversas formas para manter a posição que tanto almejava.

A vida das três tomam rumos distintos e trágicos, as personagens não se conhecem, mas compartilham da vida árdua reservada ao sexo feminino e mesmo com tantas diferenças, elas acabam compartilhando algo bem significativo. O livro explora culturas e desafios diversos. Confesso que fiquei bem chocada com alguns relatos, outros já me eram infelizmente familiares. 


Um livro que fala sobre persistência, determinação e resiliência. Eu amei fazer esta leitura, sinto que me enriqueceu a alma e me deu uma nova perspectiva de enxergar as coisas ao meu redor. Do fundo do meu coração, essa leitura floresceu sentimentos bons em mim e eu espero que todos possam ler esta obra.



Nenhum comentário :

Postar um comentário